Vinho rosé e queijo harmonizam?

Vinho rosé e queijo harmonizam?

Apesar dos vinhos brancos tradicionalmente se saírem melhor, o rosé também tem seu espaço

Sal e tanino nem sempre é uma combinação muito agradável, pois torna os sabores amargos. Essa é uma das razões para que os vinhos brancos combinem melhor que os tintos com queijos. Mas se você não quer partir para um branco e também não está inclinado a um tinto, que tal ir para o “meio termo” dos rosés?

Pois um rosado vai se comportar muito bem com uma grande variedade de queijos, sustentando a textura dos mais frescos e equilibrando o sal dos mais curados.

O frescor da acidez dos rosés, assim como o toque de mineralidade de alguns, combinará sobremaneira com queijos de massa mole e também alguns duros, indo do Brie até os Fontina, passando por Gouda, Cheddar e Asiago, entre tantos outros.

A sutileza dos taninos não vai brigar com os mais salgados como os parmesãos, por exemplo, e, de certa forma, ainda pode sustentar os azuis. A gama de combinações (nem sempre perfeitas, mas bastante boas) faz com que os rosés sejam extremamente ecléticos ao lado de uma tábua de queijos.

Sugestão da Overwine

Vinho Rosé Quinta da Folgorosa

Vinho Rosé Quinta da Folgorosa 750ml - Overwine

Um bonito tom rosé pálido e aromas frescos a morangos e outros frutos do bosque fazem deste vinho a companhia perfeita para os nossos melhores momentos.

Comprar Vinho Rosé Quinta da Folgorosa

Marca: Folgorosa
Tipo: Rose
Ano de colheita: 2019
Castas: Touriga Nacional, Touriga Franca e Castelão
Região: Torres Vedras
Denominação de Origem: Vinho Regional Lisboa
Produtor: Soc. Agr. Quinta da Folgorosa, Lda.
Enólogos: Diogo Pereira e José Melícias
Álcool (%/vol): 13,0
Açucares totais (g/L): 0,6
Clima: Temperado, com influência atlântica moderada
Solos: Argilo-calcários, profundos
Vinificação: Em cubas de aço inoxidável, a temperatura controlada
Estágio: Em depósitos de aço inoxidável
Cor: Rose pálido
Aroma: Morangos e outros frutos do bosque
Sabor: Fresco e equilibrado
Final de boca: Harmonioso e persistente
Temperatura de serviço recomendada (°C): 10
Indicações gastronômicas: Muito bom para acompanhar comida
ou para ser bebido sozinho
Consumo/Longevidade: Agora e durante os próximos 3 anos
Armazenamento Recomendado: Deitado, em ambiente com
luminosidade reduzida, fresco e com estabilidade térmica

 

Agora que você já sabe, vem fazer parte deste mundo de saberes e sabores…🥰🍷

Diferença entre enólogo, sommelier e enófilo

Siga-nos em nosso Instagram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nós usamos cookies para melhorar sua experiência em nosso portal, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao navegar pelo site, você concorda com tal monitoramento. Em caso de dúvidas, acesse nossa Política de Privacidade e Política de Cookies.